R.I.P. – Jack Ely (Kingsmen) | Ben E. King (The Drifters)

jackEly-solo-Gino_RossiJack Ely: O líder e vocalista do grupo The Kingsmen, que nos anos 1960 popularizou uma das canções mais marcantes da alvorada do rock, Louie Louie, morreu esta segunda-feira (27/04), soube-se esta terça-feira pela sua família. Tinha 71 anos. Em 1963 quando a canção foi lançada, Jack Ely tinha apenas 20 anos. Originalmente escrita por Richard Berry nos anos 1950, a versão dos Kingsmen tornou-se um êxito à escala mundial. São inúmeras as bandas e artistas que fizeram uma versão da canção,como os Beatles, Clash, Bob Dylan ou Iggy Pop. Como vocalista e guitarrista do grupo, Jack Ely também cantava, naturalmente. O seu estilo tinha qualquer coisa de invulgar, de tal forma que a referida canção se viu envolvida em polémica pelas palavras quase incompreensíveis. A controvérsia terá surgido quando uma jovem do estado do Indiana afirmou que a gravação incluía mensagens obscenas quando tocada nas rotações erradas, levando à sua proibição naquele estado. O então director do FBI, J. Edgar Hoover soube desse facto e mandou averiguar o assunto, embora sem resultados. Posteriormente o FBI comunicou que foram feitas investigações, mas apesar do esforços não haviam conseguido decifrar a letra da canção a partir de qualquer tipo de rotação.

Ben E. King: O cantor de soul e R&B, que ficou famoso por interpretar a canção “Stand by me”, morreu aos 76 anos. As informações são do site da BBC. O assessor do cantor disse ao site do jornal “The Telegraph” que King morreu de causas naturais na quinta-feira (30). O músico Gary U.S. Bonds lamentou a morte no Facebook, dizendo que ele era “uma das mais doces, gentis e talentosas almas que tive o privilégio de conhecer e chamar de meu amigo por mais de 50 anos”. King começou sua carreira no fim da década de 1950 com o grupo The Drifters, cantando hits como “There Goes My Baby” e “Save The Last Dance For Me”. A música “Stand by me” está no álbum “Don’t Play That Song”, lançado em 1962 pela gravadora Atco Records, e foi o que levou Ben E. King ao sucesso da carreira solo. Outros sucessos de Ben E. King são “Spanish Harlem”, “Don’t Play That Song (You Lied)” e “Supernatural Thing – Part I”. A lenda do soul teve seis músicas no top 40 da Billboard americana entre 1961 e 1975. Ele retornou às paradas na década de 1980 por conta da inclusão de “Stand by me” na trilha sonora do filme de mesmo nome de 1986. Em 1999, a gravadora BMC anunciou que “Stand by me”, escrita por King com Jerry Leiber e Mike Stoller, foi a quarta música mais tocada no século 20 na TV e nas rádios dos EUA. No início de 2015, a Biblioteca do Congresso dos EUA adicionou a faixa ao Registro Nacional de Gravações, alegando que “a voz incandescente de King fez da música um clássico”. Em 1998, gravou um álbum infantil intitulado “I Have Songs In My Pocket”, escrito e produzido por Bobby Susser. Em 2007, King apresentou “Stand by me” no programa “Late Show with David Letterman”. Em 2013, ele fez uma turnê pelo Reino Unido, e, no ano passado, se apresentou nos Estados Unidos.

Anúncios

Balões de pensamento!

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: