R.I.P. – Rico Rodriguez

11954788_1050136871686846_3938510421049283215_nFaleceu na ultima sexta-feira (04 de setembro,) em um hospital de Londres, o musico radicado na Jamaica, Rico Rodriguez. “Rico” (ou Emmanuel Rodriguez) nasceu em 1934 na cidade de Havana (Cuba) e se mudou com a família DSC00560para a Jamaica ainda criança, cresceu em Kingston e foi estudar na famosa Alpha Boys School, uma instituição liderada por freiras católicas em Kingston, que era frequentada por crianças de mulheres solteiras que não poderia dar atenção suficiente aos seus filhos, lá ficou amigo do mestre Don Drummond, que o ensinou a tocar trombone. Entre 1954 e 1957 Rico continuou com a sua educação musical na Stoney Hill Music School, neste período os trombonistas mais populares eram, JJ Johnson e Kai Winding, que se tornariam suas influencias musicais. Foi também nesse tempo que aconteceu seus primeiros trabalhos como musico dentro de um estúdio, Rico participou na primeira sessão de Coxsone Dodd em 1956, quando gravaram com o grupo “Clue J And The Blues Blasters” (youtube), entre muitas canções, a polular “Easy Snappin” (youtube)

11953220_1621423971468805_4343974790770345044_n

Ainda década de 50, com influencia do percussionista “Count Ossie“, Rodriguez se tornou Rastafári, e no inicio dos anos 60 muda-se para o Reino Unido e começou a tocar em algumas bandas jamaicanas, como seu nome já era bem 11960273_1621424328135436_5345038362692330843_nconhecido no meio das comunidades jamaicanas situadas em Londres , seus discos não demoraram para alcançaram o mercado de música feitos para os imigrantes das Índias Ocidentais, ganhando também a cena dos Clubes locais, onde se apresentou com Georgie Fame’s Blue Flames, e gravou com Emil Shallitt & Siggy Jackson (Melodisc/Blue Beat),s seus solos fantásticos resultaram em gravaçãos com Laurel Aitken (Daniel Saw The Stone” – youtube) e Prince Buster (“Barrister Pardon” – youtube 01 / youtube 02). No final da década 60 vários discos foram liberados pelos selos Trojan Records e Pama, com o seu nome como artista destaque, mas só isso não era suficiente para ganhar a vida, empregos informais na linha de produção era o que lhe dava sustentabilidade a sua vida, apesar de tudo isso ainda formou o grupo Rico and the Rudies e gravou os álbuns: “Blow Your Horn” & “Cat Brixton. Na decada de 70 entrou para a gravadora Island Records, onde gravou o álbum, “Man from Wareika“, um marco na música instrumental jamaicana, criando uma nova relação entre o Reggae e o Jazz, esse destaque ganhou lançamento pelo famoso selo de jazz, Blue Note nos EUA. No final de 1970, com o inicio do punk e o resgate da musica jamaicana pela juventude britânica, nasce a cena 2 Tone, e seu gênero musical que deu novo gás ao já esquecido ritmo Ska, os portas vozes dessa geração era a banda The Specials, que convidou Rico para participar de uma re-gravação da musica “Rudy, A message to you”, originalmente do musico “Dandy Livingston” em 1968. (youtube).

Em 1995, a Island Records lançou o álbum “Roots to the Bone“, uma versão atualizada do trabalho, Man from Wareika.  De 1996, entre outros compromissos, ele tocava com “Jools Holland ‘s Rhythm and Blues Orchestra” e também se apresentou em vários Festivais de Ska por toda a Europa com sua banda.  Aposentou-se de todas as suas atividades em 2012. Em 2007 ele foi premiado com um MBE (Membro da Ordem do Império Britânico) no Palácio de Buckingham, por seus serviços prestados à música e em 2012 ele foi premiado com a Musgrave Medal pelo Institute of Jamaica, em reconhecimento da sua contribuição para a música jamaicana.

Em 21 de setembro de 2013 ele se apresentou no Brasil, na cidade de São Paulo, fazendo shows no CCSP – Centro Cultural São Paulo na Sala Adoniran Barbosa, evento esse que teve entrada franca!

Anúncios

Balões de pensamento!

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: