Arquivo para Instrumental

R.I.P. – Rico Rodriguez

Posted in 2 Tone, Instrumental, RIP, Roots, Ska with tags , , , , , , , on 07/09/2015 by andremod

11954788_1050136871686846_3938510421049283215_nFaleceu na ultima sexta-feira (04 de setembro,) em um hospital de Londres, o musico radicado na Jamaica, Rico Rodriguez. “Rico” (ou Emmanuel Rodriguez) nasceu em 1934 na cidade de Havana (Cuba) e se mudou com a família DSC00560para a Jamaica ainda criança, cresceu em Kingston e foi estudar na famosa Alpha Boys School, uma instituição liderada por freiras católicas em Kingston, que era frequentada por crianças de mulheres solteiras que não poderia dar atenção suficiente aos seus filhos, lá ficou amigo do mestre Don Drummond, que o ensinou a tocar trombone. Entre 1954 e 1957 Rico continuou com a sua educação musical na Stoney Hill Music School, neste período os trombonistas mais populares eram, JJ Johnson e Kai Winding, que se tornariam suas influencias musicais. Foi também nesse tempo que aconteceu seus primeiros trabalhos como musico dentro de um estúdio, Rico participou na primeira sessão de Coxsone Dodd em 1956, quando gravaram com o grupo “Clue J And The Blues Blasters” (youtube), entre muitas canções, a polular “Easy Snappin” (youtube)

11953220_1621423971468805_4343974790770345044_n

Ainda década de 50, com influencia do percussionista “Count Ossie“, Rodriguez se tornou Rastafári, e no inicio dos anos 60 muda-se para o Reino Unido e começou a tocar em algumas bandas jamaicanas, como seu nome já era bem 11960273_1621424328135436_5345038362692330843_nconhecido no meio das comunidades jamaicanas situadas em Londres , seus discos não demoraram para alcançaram o mercado de música feitos para os imigrantes das Índias Ocidentais, ganhando também a cena dos Clubes locais, onde se apresentou com Georgie Fame’s Blue Flames, e gravou com Emil Shallitt & Siggy Jackson (Melodisc/Blue Beat),s seus solos fantásticos resultaram em gravaçãos com Laurel Aitken (Daniel Saw The Stone” – youtube) e Prince Buster (“Barrister Pardon” – youtube 01 / youtube 02). No final da década 60 vários discos foram liberados pelos selos Trojan Records e Pama, com o seu nome como artista destaque, mas só isso não era suficiente para ganhar a vida, empregos informais na linha de produção era o que lhe dava sustentabilidade a sua vida, apesar de tudo isso ainda formou o grupo Rico and the Rudies e gravou os álbuns: “Blow Your Horn” & “Cat Brixton. Na decada de 70 entrou para a gravadora Island Records, onde gravou o álbum, “Man from Wareika“, um marco na música instrumental jamaicana, criando uma nova relação entre o Reggae e o Jazz, esse destaque ganhou lançamento pelo famoso selo de jazz, Blue Note nos EUA. No final de 1970, com o inicio do punk e o resgate da musica jamaicana pela juventude britânica, nasce a cena 2 Tone, e seu gênero musical que deu novo gás ao já esquecido ritmo Ska, os portas vozes dessa geração era a banda The Specials, que convidou Rico para participar de uma re-gravação da musica “Rudy, A message to you”, originalmente do musico “Dandy Livingston” em 1968. (youtube).

Em 1995, a Island Records lançou o álbum “Roots to the Bone“, uma versão atualizada do trabalho, Man from Wareika.  De 1996, entre outros compromissos, ele tocava com “Jools Holland ‘s Rhythm and Blues Orchestra” e também se apresentou em vários Festivais de Ska por toda a Europa com sua banda.  Aposentou-se de todas as suas atividades em 2012. Em 2007 ele foi premiado com um MBE (Membro da Ordem do Império Britânico) no Palácio de Buckingham, por seus serviços prestados à música e em 2012 ele foi premiado com a Musgrave Medal pelo Institute of Jamaica, em reconhecimento da sua contribuição para a música jamaicana.

Em 21 de setembro de 2013 ele se apresentou no Brasil, na cidade de São Paulo, fazendo shows no CCSP – Centro Cultural São Paulo na Sala Adoniran Barbosa, evento esse que teve entrada franca!

Rico Rodriguez – Trombone Man Anthology 1961-1971 (2005)

Posted in Instrumental, Reggae, Ska with tags , , , , , , on 11/09/2013 by andremod

CAPARico Rodriguez: nascido Emmanuel Rodriguez, em 17 de outubro de 1934, também conhecido como “Reco Reco” ou “El”, é um trombonista cubano de ska & reggae criado na Jamaica. Desde cedo ele participou de muitos projetos e Rico+Rodriguez+Ricogravações com os mais variados produtores, como: Karl Pitterson , Prince Buster & Lloyd “Matador” Daley. Nascido em Cuba, ele se mudou com sua família para a Jamaica ainda criança. Ele cresceu em Kingston, e aprendeu trombone com seu colega de escola “Don Drummond”, na Alpha Boys School. Na década de 1950, ele se tornou um rastafári e intimamente relacionado com musicalmente rasta, do baterista Count Ossie. Em 1961 ele se mudou para o Reino Unido, e no fim dos anos 60 ele começou a tocar em bandas reggae. Em 1976, ele gravou o álbum, Man from Wareika sob contrato com a Island Records. No final de 1970, com a chegada da cena “2 Tone”, fez parte do grupo The Specials, onde fez uma memorável participação na musica/clip, “A Message to You, Rudy”. Em 1995, a Island Records lançou o álbum Roots to the Bone , uma versão atualizada do trabalho anterior de Rodriguez, Man from Wareika. Desde 1996 ele faz parte da banda Jools Holland Rhythm ‘s e Orquestra Blues, ele também foio premiado com um MBE (Membro da Ordem do Império Britânico) no Palácio de Buckingham em 12 de julho de 2007, por seus serviços a música, em 2012 ele foi premiado com a Medalha de Musgrave pelo Institute of Jamaica em reconhecimento da sua contribuição para a música jamaicana.

Musicas:
01. Magic
02. Blues form the hills
03. Duck soup
04. London here I come
05. Hitch and scramble
06. Orange street
07. The Bullet
08. Return of the bullet
09. Friendly persuasion
10. Psychedelic Island
11. Nyah serenade
12. Rico Special
13. Peace
14. The lion speaks
15. Blues
16. Jumping the gun
17. Lazy boy
18. Quando quando
19. Reco´s message
20. Niyah man
21. Caribbean serenade
22. Session begin
23. Biafra
24. The proud one
25. Hey Jude

Download

Cedric Brooks – Im Flash Forward (1977)

Posted in Instrumental, Reggae with tags , , , , , on 06/05/2013 by andremod

CAPACedric Brooks: nasceu em Kingston (Jamaica) em 1943, foi saxofonista e flautista jamaicano conhecido por suas gravações solo e como membro de grupos como The Mystic Revelation of Rastafari, The Light of Saba &  The Skatalites. Com 11 anos entrou no renomado Alpha Boys School, onde aprendeu teoria musical e clarinete, no inicio dos anos 60 entrou no grupo “The Vagabonds and the Granville Williams Band“, mesma época que começaria seus primeiros sucessos com o trio “David Madden, Im & David“,  lançou uma série de singles instrumentais para Studio One, com o produtor Clement “Coxsone” Dodd. Nos anos 70 entrou para o “Brentford Road Studio”, sendo um musico fixo e se lançando em carreira solo, com novos singles, tambem formaria o grupo “The Mystic Revelation of Rastafari“, que duraria até 1974, quando formaria nova banda, “The Light of Saba”, lançando o disco “From Mento to Reggae to Third World Music“, fazendo um apanhado de varios generos jamaicanos como mento, junkanoo, ska, rocksteady & reggae. Em 1977 lança “Im Flash Forward” (disco para download), considerado um dos melhores discos de musica instrumental jamaicano, durante os anos 80 e 90, Brooks lançou alguns singles, mas em grande parte trabalhava como músico de estudio, para outros artistas. Em particular, ele trabalhou com Carlos Malcolm em San Diego (Califórnia), como parte de uma orquestra de ska & mento (Zimbobway’s King Kingston Orchestra). Em 1999, após a morte de Rolando Alphonso, ex-saxofonista dos Skatalites, Brooks se juntou à banda, e começa a gravar e participar de varias turne, o que duraria até 2012, quando descobriu uma pressão alta & diabetes, ficando hospitalizado até o ultimo fim de semana, quando faleceu no New York Hospital Queens, em 3 de maio (Sexta), depois de sofrer uma parada cardíaca, deixando sete filhos e quatro irmãs.

Musicas:
01. Glory To Sound
02. Give Rasta Glory
03. Father Forgive
04. Walking Through
05. Free Man
06. Right Time
07. Smiley
08. Why Can’t I
09. Idle Berg
10. Picture On The Wall

Download

Repostagens – Varias (2013)

Posted in Bossa Grooves, Coletâneas, Coletâneas A Cena, Instrumental, Jovem Guarda, Pré Jovem Guarda, Repostagem, Samba, Samba Rock with tags , , , , , , , , , , , , , , on 01/05/2013 by andremod

5396234875_a09469a1b8A muito tempo estava prometendo algumas boas Repostagens de links expirados, que muitos frequentadores do blog me cobravam – Aproveitando o feriado morto, resolvi subir esses arquivos para o deleite de quem vai ficar em casa descansando, no mais desculpem a demora dos seus pedidos! Continuem acompanhado o blog, dando dicas, criticando e fazendo esses pedidos! AbraSoul!

The Jordans – Classicos & Raridades (Especial A Cena – 2012)
V.A. – Soul Braza – Brazilian 60’s & 70’s Soul Psych Vol.1 (2011)
V.A. – Soul of Brazil – Funk, Soul & Bossa Grooves 65-77 (2004)
V.A. – Black Rio / Brazil Soul Power / Original Samba Soul 1971-1980 (2002)

Harry J All Stars – The Liquidator (1969)

Posted in Early Reggae, Instrumental, Skinhead with tags , , , , , , , , on 11/04/2013 by andremod

CAPAHarry J: ou Harry Zephaniah Johnson, nasceu na cidade “Westmoreland Parish” (Jamaica) em 1945 e começou na música tocando baixo antes mesmo de entrar em algum grupo musical, pouco tempo depois montou um grupo harry-j-all-stars-liquidator-trojan copymusical, que não durou muito, precisando de dinheiro, foi trabalhar como vendedor de seguros. Em 1968 começa seu trabalho como produtor musical, quando fundou sua propria gravadora (Harry J), lançando o grupo “The Beltones” com a musica “No More Heartaches” (escute AQUI), um hit que seria uma das primeiras canções de reggae a ser registrados. Ele tinha um contrato com “Coxsone Dodd”, que lhe permitia usar os as instalações da lendaria “Studio One”, com isso ele produziu o sucesso “Cuss Cuss” (escute AQUI) do cantor Lloyd Robinson, que se tornou uma das musicas mais regravadas na Jamaica, musica essa que tambem seria lançada por um selo subsidiária, a “Jaywax”. Em outubro de 1969, ele grava o sucesso  “The Liquidator”, que no Reino Unido chega em 9º lugar nas paradas, este single se tornou um dos hinos da subcultura Skinhead, juntamente com outros sucessos instrumentais lançado na época através da gravadora “Harry J” interligado com a gravadora Trojan, dentro de alguns coletaneas. Esse foi o unico registro ofical do grupo, que teve depois seu trabalho relançado em duas coletaneas:  “Liquidator: The Best Of The Harry J Allstars” (Trojan – 2003) /Dubbing At Harry J’s 1972-1975 (Jamaican Recordings)

Musicas:
01. Jack the Ripper
02. The big three
03. My cherrie amour
04. Liquidator
05. Don´t let me down
06. Spyrone
07. Reach for the sky
08. Interrogator
09. Jay moon walk
10. Eleong
11. Je T´aime
12. The dog

Download

Dave Brubeck – 20 Classicos e Raridades (Especial A Cena – 2012)

Posted in Coletâneas, Coletâneas A Cena, Instrumental, Jazz with tags , , , , , , on 09/12/2012 by andremod

CAPADave Brubeck: ou David Warren Brubeck nasceu em 6 de dezembro de de 1920 na cidade de Concord (Califórnia – EUA). Foi pianista de jazz, reconhecido dave_brubeckcomo um gênio em sua área, ele compôs vários jazz standards, incluindo “In Your Own Sweet Way” e “The Duke”.  Vindo de uma família musical, ele começou a aprender piano aos 4 anos de idade com sua mãe e violoncelo aos 9. Brubeck não era muito interessado em aprender por métodos, simplesmente queria compor suas próprias melodias e por isso nunca aprendeu a ler partituras. Ele evitava aprender a ler durante as aulas de piano de sua mãe, alegando dificuldade de visão. Na faculdade, Brubeck quase foi expulso do curso, quando um de seus professores descobriu que ele não sabia ler partituras. Muitos outros professores o defenderam apontando seu talento em contraponto e harmonia, mas a escola continuou com medo de que isso pudesse causar um escândalo, e só concordou em lhe dar o diploma se ele The+Dave+Brubeck+Quartet+dbqconcordasse em nunca dar aulas de piano. Após se formar em 1942 na Musicas: University of the Pacific em Stockton, Califórnia, ele ingressou no exército e serviu na tropa de George Patton durante a Batalha do Bulge em Ardennes, lá ele conhece Paul Desmond. Estudou com o compositor francês Darius Milhaud e criou seu quarteto em 1951. Após o estudo com Milhaud, iniciou um octeto com a participação de Cal Tjader e Paul Desmond. Após uma primeira decepção, fundou um trio com dois dos antigos membros (sem Desmond). Finalmente fundou o The Dave Brubeck Quartet, com Joe Dodge, Bob Bates e Paul Desmond. A gravação de Take Five, uma composição de Desmond, em 1959, transformou o quarteto num campeão de vendagens da época. O álbum continha somente composições inéditas, sendo que quase todas tinham uma métrica impar, entre elas estavam 71oQxUOSVTL._SL290_os clássicos Take Five e Blue Rondo à la Turk. A propósito, entre Brubeck e Desmond viria a se desenvolver, com o passar dos anos, um entrosamento quase telepático. No meio dos anos 50, Bates e Dodge foram substituídos por Eugene Wright e Joe Morello. O quarteto desfez-se em 1967 e Brubeck continuou a tocar com Desmond e fez gravações com Gerry Mulligan. Brubeck tinha admiração por Duke Ellington e pela música erudita. Seu quarteto atual inclui o saxofonista e flautista Bobby Militello, o baixista Michael Moore (que substituiu Alec Dankworth), e o seu baterista de longa data Randy Jones e trabalhou recentemente com a London Symphony Orchestra. O músico faleceu no ultimo dia 5/12, no hospital de Norwak, em Connecticut, vítima de uma parada cardíaca, na véspera do seu 92o. aniversário.

Musicas:
01. Take Five
02. Pennies from Heaven
03. Theme from Mr. Broaday
04. Bossa Nova USA
05. Pick up sticks
06. Upstage Rumba
07. Kathy´s Waltz
08. Blue Rondo a la Turk
09. Strange meadown lark
10. Everybody´s Jumpin´
11. Perfidia
12. Blue Moon
13. I´ll remember april
14. Alice in Wonderland
15. The trolley song
16. Lullaby in Rythm
17. St. Louis Blue (live)
18. Since love had it way (live)
19. Waltz limp (live)
20. Wonderful Copenhagem (live)

Downloadbackstage-dave-brubeck-rear-wearing-eyeglasses-at-the-monterey-jazz-festival

Los Aggrotones – Discografia (2009 a 2011)

Posted in Early Reggae, Instrumental, Rocksteady with tags , , , , , on 01/10/2012 by andremod

Los Aggrotones: banda formada em 2007 com a intenção de divulgar a musica reggae que tanto inspirou skinheads e mods nos anos 60, principalmente o  reggae instrumental & o rocksteady, de bandas como The Dynamites, The Rudies & Hot Rod All Stars, tambem com influencia de outros estilos, como Soul & R&B, de grupos como Booker T and the Mgs, Earl Van Dyke, Willie Mitchell, Mohawkse entre outros. Em meados de 2009 eles gravaram o seu primeiro EP, “Reggae Rapado“, onde a banda deixou claro o que ele queria fazer: Skinhead Reggae, com algumas musicas cantadas, mais tarde, houve várias mudanças de membros e a banda acabou ficando 100% instrumental. Em novembro de 2009, eles viajaram para tocar no Paraguai (Ciudad del Este – Assunção) e no Brasil (Foz do Iguaçu), com dois expoentes do reggae latino: The Tempranos (Paraguai) & Jurassic Sound System (Brasil). Em 2010 eles voltam ao Brasil, desta vez para São Paulo, onde tocaram na Jamboree, novamente com Jurassic Sound System. Para esta ocasião eles lançam seu segundo EP, e logo depois também lançam seu primerio trabalho “full-lenght” (Bajo La Luna). Em abril de 2011 Os Aggrotones foram apresentados pela terceira vez no Brasil, para abrir o show da lenda Jackie Bernard (Kingstonians), após quase 40 anos sem se apresentar ao vivo, sendo tambem sua primeira turne internacional. Em 2011, após muita luta, sai o primeiro trabalho completo, “Moods“, lançado pela “Club One Island Records“, com  15 músicas instrumentais, misturando Reggae, Soul, Reggae e Rocksteady, e algum ritmo lisérgico do Moog. Em janeiro de 2012, o selo frances “Jewels Recordings” lança o primeiro vinil da banda, como uma edição limitada de 500 copias, tras duas musicas instrumentais: “Victoria Line” & “Cero”. A banda é formada: Ezequiel (teclados), Cristian (baixo0, Kevin (guitarra) e Cuchi  (bateria). Aqui os 4 discos da banda, todos em um unico link pra download no fim do post!

Musicas:
2009 – Reggae Rapado
01. Reggae Rapado
02. Capone Soul
03. It´s the reggae time
04. Recuerda tus raices

2010 – Boss Reggae
01. Bardo en el barrio
02. Abduccion extraterrestre
03. Reggae Rapado
04. La chica de ayer
05. It´s the reggae time

2010 – Bajo La Luna
01. Bajo La Luna
02. Sombras
03. Holgazan
04. Bardo en el barrio

2011 – Moods
01. Abduccion extraterrestre
02. Bardo en el barrio
03. Cecile
04. Comer & dormir
05. Dos veces no
06. La chica de ayer
07. La vuelta a casa
08. Las luces de la avenida
09. Odisea en el espacio
10. Pensando
11. Porque te vas
12. Sombras
13. Trabajo
14. Vagando
15. Visitante

Download